top of page
  • Foto do escritorNE45

Santa Cruz não desiste da Série D e vai tentar vaga na justiça

Mesmo com divulgação da tabela, Cobra Coral ainda mantém esperança


A esperança é a última que morre. O ditado está claro e sendo colocado em prática pelo Santa Cruz. Mesmo sem a vaga para a edição deste ano e com a divulgação dos times e da tabela da Série D do Campeonato Brasileiro, a Cobra Coral ainda não desistiu da competição. Posição que foi ratificada em pronunciamento na tarde desta segunda-feira (25) no Arruda.


Em pronunciamento feito pelo presidente Bruno Rodrigues, o Santa Cruz deixa claro que ainda busca, via Justiça, uma vaga na competição deste ano. Segundo o mandatário, o direito coral “é bom” e o clube acredita que podem conseguir a vaga.


“Foram feitos várias incursões buscando a vaga na Série D. Em nenhum momento baixamos as armas e desistimos. […] Ainda estamos buscando a vaga judicialmente, pois as tratativas que tivemos com a CBF não tiveram sucesso. Nosso direito é bom e achamos que podemos conseguir a vaga. Espero que tenhamos êxito”, disse.


Uma das estratégias usadas pelo Santa Cruz em sua defesa é que um time rebaixado no estadual não pode participar na Série D, segundo explicou Álvaro Maia, VP do Conselho Deliberativo coral.


“Eu gostaria de que as pessoas ficassem em alerta para os critérios postos pela CBF, pois isso dificulta até mesmo que os clubes permaneçam na Série D, pois há inúmeras desistências. Por isso,

apresentamos esse requerimento, na última sexta-feira, para que a CBF analise esses critérios com base na Lei Geral do Esporte e os critérios técnicos sejam respeitados”, iniciou.


“Assim, um rebaixado não pode disputar uma divisão nacional. O Democrata de Sete Lagoas está no Grupo A6 da Série D e está na Segunda Divisão Estadual. O pedido não foi feito pelo Conselho Deliberativo, mas por todos do Santa Cruz. Queremos que os critérios técnicos sejam respeitados, pois o clube mineiro está inabilitado. Dessa forma, a CBF precisa aplicar o Regulamento Geral das Competições, no artigo 103, onde afirma que o clube com o melhor ranqueamento deveria receber a vaga”, concluiu.


Santa Cruz pode acionar o STJD


Ainda segundo Álvaro, esse motivo vem sendo feito há semanas, e o clube aguarda o resultado da CBF. Caso não haja êxito, o Santa Cruz deve levar o caso para o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).


“Os pedidos foram feitos antes do arbitral e agora depois da divulgação da tabela. Em todas as reuniões feitas entre o Conselho e a diretoria executiva foram feitos apontamentos no sentido de buscar essa vaga. Vamos esperar o resultado na CBF sobre esse pedido administrativo e, caso necessário, levaremos ao STJD”, explicou, antes de concluir.

“Independente desse recurso, temos até próxima quarta-feira para ajuizar uma medida cautelar no STJD, se não tivermos resposta junto `s CBF”.

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Infográfico preto moderno e tecnológico para relatório de marketing digital_edited.jpg
bottom of page