top of page
  • Foto do escritorNE45

Náutico perde para a Ferroviária e conhece primeiro revés na Série C

Timbu entrou em campo em jogo pela quarta rodada da Terceira Divisão

O Náutico viveu uma verdadeira montanha russa neste domingo. Após sair perdendo para a Ferroviária-SP no estádio Fonte Luminosa, o Timbu conseguiu empatar aos 50 minutos do segundo, mas num vacilo da defesa, levou outro gol aos 52 e perdeu por 2 x 1. É o primeiro revés alvirrubro da Terceira Divisão.


Os gols da partida foram marcados por Juninho, aos 28 minutos do primeiro tempo. No fim da etapa final, Thalissinho empatou aos 50. Mas dois minutos depois, Pedro Paulo manteve os mandantes na frente do placar.



Com um jogo a menos por conta da adiamento da partida contra o Ypiranga-RS, o Náutico estaciona nos quatro pontos e cai momentaneamente para o 10º lugar, fora do G-8 do Campeonato Brasileiro.


Próximo jogo do Náutico

O Timbu volta a campo agora no próximo sábado (18). No estádio Raulino de Oliveira, os comandados de Mazola Júnior terão pela frente o Volta Redonda, às 17h.


O jogo

Como dito inicialmente, o Alvirrubro foi a campo sem o goleiro Vágner, os zagueiros Rafael Vaz e Joécio, e os atacantes Cleo Silva e Paulo Sérgio. As escolhas de Mazola para o jogo foram Jeferson Romário, Guilherme Matos e Marco Carvalho, além do meia Thiago Lopes e o atacante Bruno Mezenga.


Coincidência ou não, o Timbu fez um primeiro tempo muito ruim. Com algumas peças apagadas, como Thiago Lopes e Wendel Lessa, somado a muitos passes errados e decisões equivocadas, o time não se encontrou em campo. Logo aos dois minutos viu a Ferroviária acertar o travessão, após cabeçada de Carlão.




Mesmo sofrendo o gol, o Náutico terminou a primeira etapa sem dar nenhum trabalho ao goleiro adversário.


Na volta do intervalo, Mazola sacou Wendel Lessa para a entrada do estreante Andrey. A troca deixou o Náutico mais ativo ofensivamente. Entretanto, as melhores chances nos primeiros 15 minutos foram da Ferroviária. Jeferson Romário teve que trabalhar em pelo menos três tentativas.


A pressão adversária fez Mazola fazer mais três mudanças. Patrick Allan, Leandro Barcia e Thalissinho foram acionados. Inicialmente, surtiu efeito. O Timbu teve uma sequência no ataque e somou quatro escanteios em sequência. Mas sem nenhuma efetividade, de fato.


Sem dar nenhum chute para a defesa de Saulo, Mazola tentou uma última alternativa, colocando o jovem Leandro Kauã, que fez sua estreia no profissional, no lugar de Arnaldo aos 43 minutos.


E quanto tudo parecia perdido, Andrey conseguiu um ótimo cruzamento e mandou com precisão para Thalissinho aparecer por trás da defesa e chutar de primeira para empatar aos 50 minutos.


Porém, a alegria alvirrubra durou pouco. Dois minutos depois, após escanteio, Ricardinho achou Pedro Paulo sozinho na pequena área para desempatar o jogo novamente e dar a vitória para os mandantes.




FICHA TÉCNICA


Ferroviária-SP 2

Saulo; Lucas Rodrigues (Everton), Gustavo Medina, Jackson e Igor Fernandes; Ricardinho, Zé Mateus (Pedro Paulo), Xavier e Juninho (Kauan Aguiar); Carlão (Fernando Boltrin) e Vitor Barreto (Vitor Andrade). Técnico: Vinícius Bergantin.


Náutico 1

Jeferson Romário; Arnaldo (Leandro Kauã), Guilherme Matos, Marco Carvalho e Diego Matos; Sousa, Wendel Lessa (Andrey), Marco Antônio (Patrick Allan) e Thiago Lopes (Leandro Barcia); Gustavo Maia (Thalissinho) e Bruno Mezenga. Técnico: Mazola Júnior.


Local: Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)

Árbitro: Paulo Henrique de Melo (MS)

Assistentes: Leandro dos Santos Ruberdo (MS) e Diego dos Santos Ruberdo (MS).

Cartão amarelo: Bruno Mezenga, Arnaldo, Andrey, Guilherme Matos (Náutico); Lucas Rodrigues (Ferroviária)

Gols: Juninho, 28/1ºT e Pedro Paulo, 52/2ºT (Ferroviária); Thalisinho, 50/2T (Náutico)

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Infográfico preto moderno e tecnológico para relatório de marketing digital_edited.jpg
bottom of page