top of page
  • Foto do escritorNE45

Náutico bate o Afogados nos Aflitos e avança às semifinais do Pernambucano

Timbu fez dever de casa e agora encara o Retrô nas semifinais

O Náutico fez o dever de casa, bateu o Afogados por 2 x 0 nos Aflitos e avançou às semifinais do Campeonato Pernambucano. Os gols do Timbu nesta sexta-feira (1º) tiveram as assinaturas do meia Patrick Allan e do atacante Paulo Sérgio.


Com o resultado, o Alvirrubro encara o Retrô na próxima fase, em duelo de ida e volta nos dois próximos finais de semana. A Federação Pernambucana de Futebol vai detalhar o cronograma em breve.


O Timbu volta a campo nesta terça-feira (5), diante do River-PI, pela Copa do Nordeste, novamente nos Aflitos, às 19h. Já o jogo diante do Retrô, pela semifinal do Campeonato Pernambucano, deve acontecer no dia 10 de março, também na casa do Náutico.



O jogo entre Náutico e Afogados


Como esperado, o primeiro tempo começou com o Náutico tendo o controle da partida e criando as melhores chances. O Timbu teve boas oportunidades de abrir o placar com os atacantes Paulo Sérgio (em duas vezes) e Evandro, mas ambos desperdiçaram.


O Timbu seguiu tendo a maior posse e o controle do jogo, mas passou a errar demais na metade final do segundo tempo, dando sinais de nervosismo. O Afogados, por sua vez, chegou em bola parada e em bolas longas. Numa delas, Palominha completou cruzamento rasteiro e obrigou Vágner a fazer boa defesa.


Na reta final do primeiro tempo, quando parecia que os 45 minutos iniciais terminariam empatados, o meia Patrick Allan mudou o cenário a favor do Timbu. Após cruzamento rasteiro de Marco Antônio, Paulo Sérgio fez o pivô e serviu o atleta, que dentro da área bateu de primeira e abriu o placar para o Náutico.





O segundo tempo iniciou mais travado. Embora tivesse a maior posse, o Náutico já não conseguia criar com perigo real. O Afogados, por sua vez, buscava se soltar mais e até chegou a assustar com Rodrigo Carvalho, mas ele bateu para fora, e em cabeçada de Erik Mendes defendida por Vágner.

O Timbu adotou uma postura mais retraída, tentando contra-atacar, embora tivesse mais a posse. Em busca de fôlego novo, o técnico Allan Aal fez mexidas, mas o setor ofensivo continuou errando bastante. Em uma delas, Thalissinho fez boa jogada pela esquerda, mas Fernandinho bateu por cima.


O Timbu foi ganhando espaço para contra-atacar, mas pecou bastante na definição – seja do passe final ou na finalização. Contudo, foi deixando o Afogados vivo e também sem jogar pressionando o adversário.

Na reta final, contudo, veio o alívio. Thalissinho fez boa jogada individual e foi derrubado. Após análise de cinco minutos no VAR, o árbitro marcou o pênalti. E o atacante Paulo Sérgio não desperdiçou: bateu firme no canto esquerdo do goleiro e carimbou a vaga do Náutico às semifinais.


O que parecia alegria para Paulo Sérgio e o Náutico, contudo, se transformou em irritação. Isso porque, após análise no VAR, o árbitro Anderson Luís Marques expulsou o atacante alvirrubro após o centroavante comemorar dando dedo, em gesto que uma organizada do clube faz.



FICHA DO JOGO

NÁUTICO 2

Vágner; Arnaldo, Joécio (Guilherme Matos), Rafael Vaz e Diego Matos; Lorran, Marco Antônio e Patrick Allan; Evandro (Fernandinho), Júlio César (Thalissinho) e Paulo Sérgio. Técnico: Allan Aal


AFOGADOS 0

Danilo; Felipe Pacajus, Gabriel Alves, Artur e Weslley; Jordan (Robinho), Alemão e Fernandinho (James Dean); Palominha, Danilo Bala (Erik Mendes) e Rodrigo Carvalho. Técnico: Pedro Manta


Local: Estádio dos Aflitos, no Recife (PE)

Árbitro: Anderson Luís Marques

Assistentes: Bruno Vieira e Wagner Cabral

VAR: Tiago NascimentoPúblico: 10.444

Renda: R$ 194.542,00

Gols: Patrick Allan (47’1T) e Paulo Sérgio (49’2T)

Cartões amarelos: Joécio, Thalissinho e Júlio César (NAU); Alemão (AFO)




Commentaires

Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Ajouter une note
Infográfico preto moderno e tecnológico para relatório de marketing digital_edited.jpg
bottom of page